Investigando o Caso Roswell

No último episódio do Pudim Amarelo, investigamos o caso mais famoso da ufologia: Roswell.  Cintia Pudim e Rafael Jacauna discutiram sobre o caso e trouxeram diversas informações sobre o mistério que se iniciou em 1947.

Para ouvir o episódio, é só clicar aqui:

E para quem quer ir além, tem conteúdo extra.

🛸

O caso

A história começou quando o rancheiro William Brazel encontrou objetos desconhecidos a 30 km de Roswell, no dia 14 de Junho de 1947, e resolveu guardá-los em casa por alguns dias. Após alertar a polícia, os objetos foram recolhidos e brevemente examinados, o que levou à divulgação de um comunicado para a imprensa no dia 08/07/1947 (é possível ouvir uma tradução do comunicado — a narração foi feita pelo Thiago Corrêa do Pistolando Podcast):

No mesmo dia, um novo comunicado foi publicado, dessa vez, desmentindo a história do disco voador e explicando que, na verdade, o que foi recolhido era apenas um balão meteorológico. Também foi publicada uma foto que mostrava os destroços recolhidos:

Reportagem que desmentiu a queda do óvni | Créditos: R7

Com esse novo comunicado, a história começou a mudar de tom. O próprio Brazel afirmou no dia seguinte que, o que tinha sido recolhido, eram apenas tiras de borracha, papel alumínio, um papel duro e hastes metálicas. Naquele momento, a história morreu e só foi ressuscitada na década de 70, quando o físico nuclear e ufólogo Stanton T. Friedman encontrou o major Jesse Marcel já aposentado e bastante disposto a falar sobre o evento.

De lá para cá, muitas teorias foram surgindo e umas muito mais malucas que outras, como por exemplo, a de que um 2º sobrevivente da queda do óvni teria vindo parar no Brasil e se estabeleceu no sul do país, ganhando a fama de curandeiro.

O caso continua incitando nossa imaginação e caiu no gosto popular, sendo até difícil não esbarrar em teorias da conspiração relacionadas a ele quando vamos pesquisar o assunto. E foi justamente por isso que, em 1994, o Gabinete do Secretário da Força Aérea concluiu uma busca exaustiva de registros em resposta a um inquérito sobre o assunto. O foco da investigação era determinar se a Força Aérea dos EUA, ou qualquer outra agência do governo dos EUA, possuía informações sobre o suposto acidente e recuperação de um veículo extraterrestre e seus ocupantes alienígenas próximos.


Fotos

Além da foto publicada na matéria que desmentia o disco voador, outras fotos foram feitas pelos militares para registrar o caso:

Independente do que caiu ali, os habitantes da região não querem esquecer o assunto. O local continua atraindo turistas do mundo inteiro para descobrir os mistérios que Roswell ainda guarda, 75 anos depois.

O local exato onde os destroços caíram ficou fechado para visitação pública por mais de 7 anos, mas, em 2018, ele abriu suas portas para visitação. O canal local KOAT esteve lá e fez o anúncio em 1ª mão:


Links

WIRED — revista mensal que aborda tecnologia, ciência, negócios e entretenimento — publicou em 2010 uma matéria bem completa sobre o assunto:


O editor da Skeptical Inquirer — revista de ciências do Center for Inquiry, organização educacional sem fins lucrativos — publicou em 2017 uma matéria bem completa sobre as pesquisas que ele mesmo fez, reunindo fatos sobre o caso:


A Exame — revista brasileira de economia, política e tecnologia — publicou em 2018 uma matéria sobre o vídeo da suposta autópsia alien que bombou pelo mundo:


O G1 — portal brasileiro de notícias — publicou em 2015 uma matéria sobre o livro que conta a história de Dom Boava, o ET que morou no Brasil:


Se gostou, recomende para os amigos. Se não gostou, recomende para os inimigos. Ajude a espalhar a palavra do Pudim por aí!

Contatos:

📌 Apoie o Pudim financeiramente! Essa é única forma de manter a frequência dos episódios.
Conheça os planos: Cartarse
PicPay@CintiaPudim
Email/PIXcintia@pudimcast.com.br
Chave aleatória: 811778ce-d086-4e90-9d47-80b7a32ae09a

Cintia Pudim

Podcaster | Gateira | Consultora de Podcasts | Cafeinólatra | Social Media | 8 ou 80 #PudimCast | #PudimAmarelo | #PudimCasa

%d blogueiros gostam disto: